Ação de reparação de danos morais decorentes de agresão física causada por paciente contra médica plantonista.

Ocorência de lesões que incapacitaram a vítima para o trabalho por duas semanas.

Ação de reparação de danos morais decorentes de agresão física causada por paciente contra médica plantonista. Ocorência de lesões que incapacitaram a vítima para o trabalho por duas semanas. Embriaguez causadora de inconsciência não comprovada. Responsabildade do Município por evento danoso a servidor no exercício da função e no interior de estabelecimento público. Cabimento de indenização por dano moral. Diferença entre a gravidade das condutas dos réus que deve ser sopesada na apuração do quantum indenizatório. Apelação municipal provida em parte. Apelação do réu não provida.


Apelação nº 9153811-12.2009.8.26.0000

Anexos

Arquivos Anexados

Tribunal de Justi�a de S�o Paulo.pdf

divisor downloaddownload
Fonte | Tribunal de Justiça de São Paulo

 

Canal Direto

Atendimento presencial (Robson Martins Gonçalves)

Rua Doutor Nogueira Martins, nº 80, Saúde/SP,
Cep: 04143-020
(011) 3895-7494
(011) 99935-4028 - Claro
armg.contato@gmail.com
Desenvolvido por Webnode